A Capital Rights agora é Droom! Nova empresa é liderada por Eduardo Gouvêa, referência no mercado de ativos judiciais do país.

A Droom nasce como grande especialista no mercado de ativos judiciais brasileiro, inovando na gestão de precatórios com a credibilidade, a solidez e a segurança de quem atua há mais de 30 anos nessa área. Essa evolução da nova marca visa a oferecer as melhores soluções jurídicas e financeiras tanto para o credor de ativos judiciais receber os seus recursos financeiros e acelerar a realização dos seus sonhos, quanto para o investidor atingir suas metas de rentabilidade e diversificação do seu portfólio de ativos com todo o amparo legal.

A inspiração da Droom, que significa “sonhe” em dinamarquês, tem nome e sobrenome: o advogado Eduardo Gouvêa, o seu presidente, autoridade em precatórios reconhecida nacionalmente (presidente do Comissão de Precatórios da OAB Nacional, no triênio 2019-2022, e atual presidente do Comissão de Precatórios da OAB-RJ). A Droom – que tem sede no Rio de Janeiro e surgiu da Capital Rights – conta com equipes de profissionais multidisciplinares altamente qualificados.

A nova marca oferece excelência em seu atendimento personalizado, entendendo as necessidades e sonhos de cada um dos seus clientes para oferecer a melhor solução para eles. 

Com DNA Jurídico, a Droom conta com a expertise e solidez do GAE – Gouvêa Advocacia e Estratégia para gerar maior sinergia e integração para todos os seus públicos de interesse. Com sede no Rio e escritório em Brasília, o GAE possui mais de 90% de êxito nas ações sob sua gestão ao longo de mais de três décadas.

Inovadora e adotando tecnologia de ponta, a Droom traz como proposta ser uma empresa que acelera sonhos, ao desenterrar com agilidade e honestidade toda a riqueza que se encontra sem aplicação no processo judicial e que deixa tantos sonhos em compasso de espera, como garantir a educação de filhos e netos ou realizar uma viagem espetacular no Brasil e ao exterior.

Além disso, a Droom conta com uma “inteligência financeira” e modelagem própria de cálculos que beneficiam tanto os credores quanto os investidores, privilegiando preços justos que fortalecem uma conexão verdadeira entre as duas partes, onde todos saem ganhando em uma relação ganha-ganha.

Uma outra novidade é que a Droom contará com seu braço digital, a Droom Digital, que tem como propósito estruturar soluções inovadoras para a geração de liquidez em ativos judiciais, empregando tecnologias digitais, sempre voltadas para a democratização do acesso a classe de ativos judiciais de investimento.

Com perfil de profissionais facilitadores e especialistas, simplificamos a negociação de ativos judiciais. Sabemos como fazer e temos a solução para quem deseja antecipar o recebimento do seu ativo judicial e acelerar a realização dos seus sonhos. Trabalhamos dentro da legalidade, oferecendo a segurança e o atendimento que os nossos clientes precisam para terem os melhores resultados e uma experiência excepcional.

Vale ressaltar também que essa riqueza paralisada em processos judiciais não colabora para o crescimento da economia brasileira. Ao travar o pagamento de precatórios, os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário impedem a movimentação de centenas de bilhões de reais no país, que poderiam gerar empregos, renda e ainda retornar para os cofres dos Entes Públicos por meio dos impostos.

Sempre buscamos na Droom soluções para transformar o precatório em um excelente negócio. Afinal, todos ganham. A começar por quem possui precatório para vender e, assim, depositar o sonhado dinheiro em sua conta bancária. E, do outro lado, é beneficiado o investidor, interessado em rentabilidades com ganho real, acima da inflação e, também, superiores à taxa básica de juros, a Selic. Sem falar nas vantagens para os governos (União, estados e municípios), que se livram de dívidas e fazem caixa, e para a própria economia do país. Ou seja, ganha a sociedade brasileira.

É legal. É simples. É Droom.

Foi útil pra você? Compartilhe nas redes!